70 | Dia do meio ambiente

Hoje é o dia do meio ambiente 🌳
.
E bateu com um artigo chamado “Proteção das gerações futuras, do meio ambiente, da biosfera e da biodiversidade” que acabei de reler para a aula de Introdução a Bioética em que sou estagiária docente
.
Eu acredito em uma responsabilidade individual. Em dar preferência a tudo que possa ser reutilizável, economizar água, deixar de me alimentar de carne e derivados animais – Me esforço em diversas ações para reduzir minha pegada ecológica ao mesmo tempo em que cuido da minha saúde
.
Por exemplo: Usar o coletor menstrual, deixar de usar sacos plásticos, ter sempre uma garrafinha de vidro ou um copo dobrável na bolsa, recusar canudos, utilizar cosméticos e produtos de limpeza livre de substâncias tóxicas, apoiar um agricultor agroflorestal…
.
Mas eu também acredito muito mais em uma responsabilidade estatal
.
Não podemos não pensar em indústrias, na pecuária que são apoiadas por um Estado neoliberal
.
E é isso que o artigo trata também. A crise ambiental global que vivemos há tempos nos afeta de forma muito diferente. Populações discriminadas e que se encontram em situação de vulnerabilidade sofrem mais com as inequidades ambientais – Entram mais em contato com poluição tóxica, trabalham em indústrias igualmente poluentes (ou assassinas, como a indústria da carne), não possuem acesso a água potável
.
Pra mim é clara a ideia de que o nosso modelo de desenvolvimento nos colocou onde estamos. O sistema capitalista se orienta dessa forma: produção e consumo. Se apropria de bens naturais, promove a degradação ambiental, e utiliza a natureza para a satisfação imediata de necessidades das populações mais ricas, dos Estados mais ricos
.
Então, quando pensamos em meio ambiente e em sua preservação, temos que pensar no que estamos deixando para as gerações futuras, mas também pensar nas populações mais vulneráveis que estão vivas nesse momento e em todos os seres vivos não-humanos
.
Realizar nossas ações de lixo zero, sermos multiplicadores dessas ideias, valorizarmos as contribuições dos grupos indígenas e agricultores familiares
.
E mais ainda: Lutar por um novo modelo econômico de desenvolvimento! 👊

Veja a postagem no Instagram clicando aqui

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: