Percepção de Fertilidade: Colo do útero com espéculo e toque

Enquanto o termômetro para medir a temperatura basal não chega… Vamos conhecer o nosso lindo colo do útero? Sim! Lindo! Buscar ver o meu colo do útero pela primeira vez foi uma das coisas mais incríveis que fiz por mim e essa foi a minha reação:

Mas é a coisinha mais linda que já vi na vida!

E continuo achando uma gracinha depois de todos esses anos. A primeira vez que vi foi no primeiro semestre de 2015 realizando o autoexame em casa.

Mas o que é o colo do útero, afinal?

Vencer o cancer.indb

Ele é a menor parte do útero e a mais inferior também e se parece com uma rosquinha. Se encontra lá no fundinho do canal do vaginal e como veremos mais para frente, é possível vê-lo com o espéculo e também senti-lo com os dedos.

Inclusive sobre tocar o colo, muitas pessoas que mantém relação sexual com pessoas com vulva sentem o colo do útero pela penetração com os dedos ou pênis. Se explicarmos o que ele é, é provável que o seu ou sua companheira responda um sonoro: “Ah! Então era isso que eu sentia!”

Isso me faz sempre pensar em como pessoas que nos relacionamos, ou os médicos tocam o nosso canal vaginal ou introduzem objetos nele e nós mesmas não o conhecemos. Meio triste, né?

Além disso, já reparou que tem dias que certas posições com penetração são maravilhosas mas em outros dias ela são doloridas? Ou para quem já está mais familiarizada com o colo, percebe que tem dias que o autoexame com o espéculo/dedo ocorre normalmente e em outros fica mais difícil?

Bom, um grande motivo para isso é que o colo do útero passa por mudanças ao longo do ciclo! Sim! É apenas fascinante!


O colo do útero produz o muco cervical que como já vimos é uma das formas de saber se estamos férteis ou não mas apenas ele sozinho já nos mostra alguns sinais!

Se vimos que o muco cervical passa de um muco pegajoso para um muco mais úmido para facilitar a passagem de esperma contendo espermatozoides o próprio colo do útero também se adapta para tornar essa passagem mais perfeita!

Sob a influência do estrogênio, o muco e o colo do útero se modificam.

E quais sinais devemos observar?

São três! A textura, a altura e a abertura.

Como provavelmente verificando o colo do útero já iremos verificar o muco cervical eu anoto se ele está seco ou úmido também.

O colo do útero normalmente é baixo, firme e fechado. O baixo significa que ao introduzir o dedo no canal vaginal, sem dificuldade encontramos o colo do útero ao fundo, firme significa que ao gentilmente tocá-lo a textura encontrada será semelhante a ponta do nariz e fechado

Próximo a ovulação ele vai se modificando até ficar alto deixando o útero bem no lugar, macio como nossos lábios e aberto para a entrada do esperma.

Na menstruação ele também se abre um pouco para a passagem do sangue menstrual.

Veja a diferença entre o colo fechado (esquerda) e o colo aberto (direita)

Quem já deu a luz por parto vaginal notará que o colo do útero mesmo em fases não férteis ficará levemente aberto – Vamos lembrar aqui que é esse buraquinho que dilata 10 cm no parto, né? Então é bastante normal e se mostrará mais como uma linha horizontal aberta.

Os sinais a serem observados então são:

Menstruação: Colo baixo, firme, levemente aberto para a passagem do sangue menstrual.

Pré ovulação: O colo do útero se encaminha para ficar mais alto, mais macio e mais aberto para a passagem agora do esperma. Aqui já é possível notar a presença de mucos também.

Ovulação: Alto! Macio! Aberto! Canal vaginal bastante úmido e até escorregadio.

Pós ovulação: O colo do útero começa a retornar ao estado mais baixo, mais firme e fechado e uma sensação mais seca.

Alguns dias antes de menstruar, eu percebo a presença de um muco branco e que as vezes vem até em grande quantidade. É normal algumas mulheres apresentarem esse muco em decorrência da ação da progesterona. É um muco infértil.


A observação do colo do útero pode ser realizada pelo toque vaginal e pelo uso do espéculo e ele me auxiliou muito quando eu tinha dúvidas quanto as minhas anotações da temperatura e do muco cervical.

O livro Taking Charge of Your Fertility da Toni Wescheler o coloca como um sinal opcional dentro do Métodos de Percepção de Fertilidade mas eu adoro e espero que muitas se incentivem a conhecê-lo!

É interessante perceber o colo do útero na ovulação pela primeira vez para ver como é e manter a memória para comparar posteriormente nas outras fases do ciclo pois na ovulação é quando ele está mais diferentão como vimos


Para fins de contracepção natural, é ideal verificar pelo menos uma vez por dia começando após o último dia de menstruação!

Devemos fazer o toque vaginal e do colo do útero com carinho e cuidado. Evitar unhas compridas, lavar bem as mãos! Nada de levar bactérias para a nossa vagina, por favor!

A melhor posição para mim para realizar o toque vaginal é a de cócoras, agachada. Cada uma deve buscar a posição que mais se sinta confortável. Eu realizo pela manhã e noite todos os dias, muitas vezes durante o banho.

O ideal é sempre verificar no mesmo horário de manhã e/ou noite para ter anotações bastantes comparativas e também fica mais fácil por criar uma rotina para a percepção.

Então com as mãos bem limpas, introduzimos o dedo médio no canal vaginal a procura do lindinho do colo do útero e tendo em mente as características expostas a cima: alto/baixo, firme/macio, aberto/fechado, úmido/seco.

O úmido/seco está relacionado ao muco cervical então já é possível realizar os dois ao mesmo tempo. Ao tocar o colo do útero, busquemos o muco cervical também e ao retirá-lo verifiquemos a sua qualidade.

Algumas de nós tem dificuldade em saber se está aberto/fechado… Tudo bem, é questão de tempo e devemos nos concentrar nas outras características sempre buscando nos auxiliar no autoestudo e não ficarmos presas nos sinais que ainda estamos aprendendo.

colo do utero sinais


Para realizar a observação com o espéculo é preciso: Espelho, lanterna e claro, o espéculo que pode ser comprado em lojas de produtos médicos pela faixa de R$2 reais.

A próxima postagem será todinha falando sobre o espéculo e já tem bastante sobre ele no meu perfil do Instagram Vulva Política Se a ansiedade bater, confira por lá! Aqui eu quero mostrar com fotos do meu próprio colo as transformações que podem ser vistas realizando essa observação.

A melhor posição é estar sentada em uma superfície firme como a nossa cama e com as costas levemente inclinadas para trás. Eu utilizo travesseiros para me deixar mais confortável possível para então abrir as pernas.

Utilizamos de um lubrificante a base d’água ou óleo vegetal como o de coco para facilitar a introdução do espéculo. É bem legal passar um pouquinho nele mas também na nossa vulva, na entrada da vagina… Tanto para lubrificar quanto para já acariciarmos a região e ficarmos descontraídas.

Com a introdução e a abertura dele dentro do canal vaginal usamos um espelho e lanterna para observar toda a região. Eu utilizo meu celular tanto como lanterna como para tirar as fotos do colo que veremos agora:

Dia 4 do Ciclo
Último dia de menstruação
Começando a produzir muco

mucoa

Dia ápice da ovulação
Essa foi uma das melhores fotos que eu consegui do colo com a abertura bem mais redondinha Muco cremoso se tornando mais elástico e úmido

Quem me acompanha sabe que eu estou tendo algumas dores físicas e emocional mais abalado na fase pré ovulatória então eu não realizei a observação com o espéculo no ápice da ovulação.

Mas estou melhorando e com uma ideia de registrar tudo o que eu faço todos os dias para tornar mais lúcido!

Se ficou interessada e quer ver e saber mais sobre colo do útero, recomendo olhar o site The Beautiful Cervix Project. O site possui uma galeria de fotos do colo do útero ao longo de todo o ciclo menstrual de mulheres com idades diferentes, que já pariram ou não, que usam DIU ou não, entre outras características individuais. É maravilhoso! E muito me alegra saber que não sou a única a achá-lo lindo! hahaha

Ah, em uma série da Netflix chamada Big Mouth apareceu o colo do útero em um dos episódios e é maravilhoso! Nunca pensei que o veria em uma série. Big Mouth é uma série de animação que retrata de forma engraçada, irônica, e algumas vezes bizarras sim as mudanças que ocorrem com a adolescência. É recomendada para maiores de 16.

Cena que mostra o colo na série Big Mouth da Netflix

Bom, mas é isso: Colo do útero, nós. Nós, colo do útero!

Que sempre tenhamos vontade e curiosidade de ver e compreender melhor o nosso corpo!

Beijos,

Bia.

7 comentários em “Percepção de Fertilidade: Colo do útero com espéculo e toque

Adicione o seu

    1. Oi Juliana, ele é encontrado em casas de produtos médicos. Essas lojas que vendem coisas pra pré/pós cirurgia, sabe? Custa 1 real e pouquinho o feito de acrílico. Em consultório ele é descartado após um único uso mas em casa não precisa! Ele pode ser reutilizado, afinal, só você estará usando. Higienizar com água, sabão neutro e álcool 70 após o uso. Tem espéculo vaginal de INOX também mas eles são bem mais caros. Eu faço autoexame desde 2015 e só tive 2 espéculos, se cuidar direitinho ele dura bem! E fico MUITO feliz que você tenha gostado!

      Curtir

  1. Obrigada pelo texto!!! Hoje pela primeira vez em 35 anos toquei meu canal vaginal para sentir o colo do útero!!! Espero ter achado ele!!! Seguirei fazendo isso diariamente!!

    Curtir

  2. Minha Deeeeeuuuusa!!! Quero ver meu colo do útero também, eu escorpiana linda fiquei com inveja feliz!! Obrigada por compartilhar as fotos e atiçar minha curiosidade de ver, pois eu só consigo sentir, já que tenho DIU e gosto de colocar o dedo para saber se ele ainda está lá (morro de medo de sair e eu não ver hahhahaha)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: