1º dia do ciclo: Menstruação

Já reparou em como sempre falamos da menstruação? Por mais que seja ainda um grande tabu? A menstruação é um período muito perceptível, afinal… Estamos sangrando sem estarmos machucadas!

Lá na Vulva Política me perguntaram o que vinha antes: “A menstruação ou a Ovulação?” e eu falei um pouco sobre isso na postagem anterior sobre Ciclo Menstrual. A menstruação é consequência da ovulação, costumando vir de 10-16 dias após o dia da liberação do óvulo e esse número de dia é fixo para cada uma de nós.

Entretanto, quando começamos a rastrear nosso ciclo, sempre colocamos o primeiro dia como o de sangue vivo, né? Mas vamos pensar aqui… É mais fácil ter certeza quando estamos menstruadas do que ovulando, certo? Então faria sentido sim termos essa convenção de começar a marcar pela menstruação.

Mas por que a menstruação depende da ovulação? Porque o sangramento é a descamação e desprendimento do endométrio que foi desenvolvido no ciclo anterior para abrigar um embrião. Como a fecundação não aconteceu, esse endométrio é liberado para ir embora do nosso úterozinho.

Então vamos lá, eu aprendi que o primeiro dia de menstruação é o com fluxo de sangue vermelho. Não com a borra de café (seria bacana anotar essa informação) mas começar a contar com o vermelho sempre.

MAS soube que Medicina Convencional e já vi outras mulheres falando da borra. Então assim: Quando você se sente menstruada? Sabendo responder essa pergunta, é importante sempre marcar igual para analisar e compreender o ciclo.

Um ciclo saudável conta com uma menstruação que dure entre três a sete dias de fluxo com sangue vermelho e ela começa com fluxo forte e vai reduzindo ao longo dos dias. Com essa redução, é comum que tenhamos um sangue mais escuro ou borra de café ao final também.

O sangue normal é entre vermelho vivo e vermelho vinho mas podemos ter um sangue mais escuro nos últimos dias pois como o fluxo diminui, ele demora mais para percorrer o canal vaginal ficando exposto a processos que o modificam.

O fluxo de sangue varia entre nós de leve a forte e o cheiro de ferro é presente mas não deve ser um cheiro ruim! É sangue com cheiro de sangue! Caso seja ruim, procure ajuda profissional.


A pré-menstruação é para muitas de nós uma fase de cólicas e outros sintomas não muito confortáveis. A energia e o humor costumam abaixar também. Mas esses sintomas não devem ser impossibilitantes. Se for, receba como um aviso de que é preciso trabalhar questões dentro de si. De verdade!

Eu já falei algumas vezes que estou tendo alguns incômodos e dor físicas e emocionais durante o período da ovulação, né? E isso me fez querer muito compreender o porquê de eu estar dessa forma. Pensei na minha alimentação, emocional e a cada ciclo essa fase vem sendo melhor para mim novamente.

Devemos escutar o nosso corpo. Ele está nos falando algo. Buscar compreendê-lo mesmo. Eu sei que é difícil porque as dores são intensas, o emocional se abala e a vontade é de chorar e gritar com tudo e todos mas não podemos e devemos viver assim!

Que busquemos por nossas curas sempre porque nosso útero está ligado com o nosso coração e as irregularidades em nosso ciclo menstrual sempre chegam para nos fazer prestar atenção em nós mesmas, no nosso corpo.

Alimentação pré-menstruação é importantíssima para ter um ciclo harmonioso. Evitar frituras, leites, queijos, carnes, açúcares e cafeína. Beber muita água! Praticar exercício leves e gostosinhos. Dançar é ótimo! E se manter quentinha! Útero bem protegido.

menstru
Arte de ‘Destelsart’ no Instagram

Eu sempre gostei de menstruar. Sempre sempre sempre. Já contei nessas duas postagens aqui e aqui lá do Instagram e até fiz uma limpeza do sangue menstrual que já relatei também nesse link.

Nem sei explicar como que eu sobrevivi a nossa sociedade patriarcal valorizando minha menstruação mas estamos ai! haha

Assim, muito me machuca quando colocam o sangue menstrual como algo inútil ou desagradável. Como será que algo sagrado para culturas ancestrais passou a ser algo nojento e que ninguém deve falar?

Por que aceitamos a ideia de que é um sangue sujo e de que deveríamos usar de absorventes descartáveis que nos colocam em contato com tantos químicos que fazem mal a nós e ao meio ambiente – Inclusive, falarei sobre absorventes reutilizáveis nas próximas postagens!

Essas e outras perguntas foram respondidas no livro ‘A origem do mundo. Uma história cultural da vagina ou a vulva vs. o patriarcado‘ da Liv Stromquist que já citei por aqui antes em outra postagem relacionadas a tabus, veja aqui.

Capa livro
Capa do livro

Liv nos conta que há muito tempo atrás diversos povos indígenas associaram e ainda associam a menstruação com algo mágico/existencial. Ela aponta que existe até a teoria de que a própria palavra “tabu” seja derivada da palavra polinésia “tapua” que significaria justamente menstruação mas que ela é comumente traduzida como “sagrado”. Ou seja, não é tabu de ‘ai que nojo. não falaremos sobre isso’ mas sim de um ritual sagrado mesmo, religioso.

Mas isso mudou com a ascensão de religiões patriarcais que não queriam que a menstruação tivessem esse status e competisse com os homens, com o divino masculino e assim ‘tabu’ foi resignificada com algo repulsivo e a menstruação colocada igualmente como algo nojento e digno de ser escondido.

Mas hoje já é possível ouvir falar de mulheres que estão trazendo de volta o sangue menstrual como algo sagrado pelo movimento de plantar a lua! Um exercício simples mas que muitas mulheres relatam se sentirem muito em conexão em devolver o sangue a terra e eu contei sobre a minha experiência aqui.

plantar a lua
Colocando meu sangue menstrual nas plantinhas

Na postagem eu conto que eu comecei a plantar a lua pois não usava mais o anticoncepcional e nem absorvente descartável… Assim, comecei a achar um grande desperdício jogar um sangue tão cheio de nutrientes esgoto abaixo. Foi um motivo puro e simplesmente biológico e racional.

O endométrio foi formado para abrigar uma vida! Quão poderosa real não é a nossa menstruação? Mas ao passar dos ciclos fui sendo tomada por uma sensação muito incrível e comecei a colocar intenções nesse momento e é lindo!

Houve um tempo que a minha menstruação era puro alívio de não estar grávida mas hoje pela confiança que adquiri na observação do meu ciclo, é um momento de intensa e forte limpeza por aqui. Sempre me sinto mais viva e motivada. Minha intuição fica elevada e tenho inúmeras reflexões. Valorizo muito!


Mas falando em anticoncepcional e para terminar: Vamos corrigir dois mitos muito difundidos por aí?

Mito número 1: Não, nós não menstruamos quando utilizados de pílulas anticoncepcionais. O sangue que vem em algumas de 21 comprimidos não é uma verdadeira menstruação, sendo comumente chamado de ‘sangue de escape’. Pílulas combinadas, implantes, injeções que funcionam com a inibição da ovulação não permitem que haja uma menstruação posteriormente.

Mas no intervalo da cartela, esses hormônios sintéticos buscam imitar o que temos no ciclo menstrual natural. O estrógeno que é um dos hormônios utilizados na pílula combinada, por exemplo, estimula a formação de uma fina camadinha no endométrio que já é atrofiado, diferente do que vemos em um ciclo menstrual natural que o endométrio é algo que servirá para acolher um óvulo, um embrião.

Quando a pausa no anticoncepcional é feita e esse hormônio é suspenso, acontece a descida desse sangue. Ele é um sangue programado. A descamação do endométrio é programada pela simulação que esse hormônio ingerido conduz.

Não existe ciclo menstrual naturalmente com o uso de contraceptivos hormonais que inibem a ovulação, assim, não se pode chamar esse sangue de privação de menstruação.

Eles são feitos de forma a imitar o que acontece de forma natural.

E imitam bem, né? Enganam bem o nosso corpo e a nós mesmas! Quantas de nós achava que menstruava com o uso do AC? E o que funcionamento dele se dava pela supressão da ovulação? E que para menstruarmos precisamos estar ovulando? É…

Mito número 2: Sim, é possível engravidar tendo mantido relação sexual com penetração desprotegida durante a menstruação! Não é possível ovular durante a menstruação mas mulheres que possuem ciclos curtos (de 21 a 26 dias) podem começar a produzir muco (e já vimos na postagem sobre Muco cervical que todo muco é fértil) nos últimos dias de menstruação, em que o sangue já está vindo em menor fluxo.

A fase seca pós menstruação é pulada e assim a ovulação fica bastante próxima. Assim, se mantida a relação com ejaculação interna, os espermatozoides podem adentrar e permanecer por dias só esperando o melhor dos mucos e a ovulação acontecer!

Mas não só mulheres que tenham ciclos regulares curtos! As vezes por inúmeras questões o nosso ciclo pode ficar menor e aí o risco se dá também.

Por isso que há métodos de percepção de fertilidade que até a mulher ter confiança na observação do muco e do próprio ciclo menstrual recomenda que ela compreenda o seu período de menstruação como período fértil! Porque o período seco que é comum pós menstruação pode simplesmente ser pulado mesmo.

Por isso que tantas mulheres acabam engravidando com relações nesse período e não conseguem explicar como e o porquê. E a dúvida sempre fica: Por que ninguém nos contou isso?

Além disso do risco de gravidez, existe também o risco de maior infecções durante essa fase do ciclo menstrual. Ficamos mais vulneráveis! Então devemos nos proteger sempre! Tanto por higiene adequada de mãos, vulvas e pênis quanto pela barreira dos preservativos masculinos e femininos.


Cada vez mais que estudo e descubro mais sobre meu corpo eu vejo a necessidade de sermos multiplicadoras desse conhecimento! É funcionamento do nosso corpo! É a nossa vida envolvida e muito nos é ensinado errado ou ainda nem é ensinado.

Vamos mudar isso?

Eu sei que muitas irão querer saber sobre ervas para lidar melhor com a TPM e outras fases. Estou fazendo 2 cursos de Ginecologia natural e passarei essa sabedoria mais para frente com cuidado, tá bom?

Beijos,

Bia.

2 comentários em “1º dia do ciclo: Menstruação

Adicione o seu

  1. Olá Beatriz! Tenho uma dúvida, você relata que o sangue vivo deve ser contado como o 1°dia do ciclo menstrual. Isso é uma particularidade do método de percepção da fertilidade, para que os dias sejam calculados corretamente ou é uma regra geral? Pergunto porque sempre ouvi de ginecologistas e especialistas que o primeiro dia de sangramento, incluindo do tipo borra de café, é que corresponde ao 1° dia da menstruação e eu anoto o meu assim. Essa é uma informação errada?
    Obrigada.

    Curtir

    1. Oi Bruna, eu aprendi dessa forma e para mim é a melhor porque é um sinal claríssimo de que é menstruação de verdade. MAS já vi algumas mulheres falando que começam a anotar com o aparecimento de borra e que a Medicina convencional ensina dessa forma e tá tudo bem (: A pergunta que fica é: Quando você se sente menstruada? Sabendo responder isso, o importante é anotar SEMPRE igual. Não trará diferença para a sua análise dos sinais de fertilidade e do seu ciclo como um todo. Vou fazer esse adendo.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: