148 | Prazer além da penetração

Vamos pensar em 3 partes do nosso corpo que nos dão prazer sem ser a vulva?
.
Gosto de propor esse exercício para ir mais além quando me perguntam se eu evito sexo quando estou nos meus dias férteis para não engravidar, já que me relaciono com um homem
.
Não, amoras. Eu não deixo de transar quando estou nos meus dias férteis. E o motivo é simples: Eu não considero sexo apenas como penetração, como fica sugerido
.
O método de percepção de fertilidade me deu um poder tão mas tão grande sobre mim, sobre a minha fertilidade. Todo dia me sinto mais conectada e intuitiva e com certeza é porque estou cada vez mais compreendendo meu corpo mas também me deliciando em mim
.
Nesse caminho de autopercepção e observação, umas das primeiras coisas que fiz foi parar de chamar a vulva de vagina, descobrir o clitóris, não me reduzir a um buraco a ser penetrado
.
Poderia ficar falando aqui de estímulo do clitóris, de um belíssimo oral mas comecei a perceber formas que me faziam sentir prazer sem nem ao menos tocar na vulva. Algo totalmente novo – Por isso pedi 3 partes sem ser ela nesse exercício hehe
.
Dito isso: Por que eu não iria aproveitar sexualmente os dias de alta libido dessa fase?
.
Por que lutamos tanto contra uma cultura falocêntrica mas tecemos esse tipo de pergunta? Ainda mais sabendo dos dados tristes de tantas e tantas mulheres que nunca tiveram um orgasmo, sabendo que as mulheres heteros gozam menos
.
Exploremos nosso corpo. Sejamos responsáveis pelo nosso prazer. Sejamos gostosas pra nós mesmas primeiro. Aproveitemos nossos dias férteis sim
.
Caso tenha um parceiro, espero que vocês possam compreender a maravilhosidade que é tocar e procurar por essas 3 partes do corpo (pra começar) que dão prazer não focadas em genital. Gera uma intimidade incrível dentro e fora da cama
.
Não vejo motivo para que nos abstemos da nossa sexualidade e sensualidade em fase alguma do nosso ciclo menstrual
.
E caso queiramos a relação com penetração, camisinha com coito interrompido é uma forma interessante; o diafragma outra, enfim
.
Me sinto segura. Tirei essas ideias impostas. Não tenho medo de experimentar a vida gostosona do jeitinho que ela é 🖤
.
Arte que amo @instaphazed

Veja os comentários na postagem clicando aqui

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: