187 | Histórico do espéculo vaginal

Espéculo vaginal
⠀⠀⠀⠀
Ele já apareceu tanto por aqui, né? Ver o meu próprio colo do útero, sozinha, em casa, com segurança me abriu um mundo de possibilidades no meu protagonismo à saúde
⠀⠀⠀⠀
Mas o surgimento do espéculo não se tratou de autonomia sobre nossos corpos. Estudando a ginecologia natural e autônoma eu vejo cada vez mais como a ginecologia institucionalizada é fruto de violações de corpos vulneráveis, periféricos, negros. Sendo mestranda em Bioética, eu vejo como a Medicina moderna não sabe seguir um direcionamento ético pois jamais o fez
⠀⠀⠀⠀
Com essa fala eu não quero e não estou condenando a Medicina nem a Ginecologia. Muitas vidas são salvas sim, óbvio! Mas é preciso que façamos as devidas críticas para que lutemos por um outro paradigma (nada de “Nem todo médico” ein hehe). Críticas não são demonizações
⠀⠀⠀⠀
O espéculo foi criado pelo considerado pai da Ginecologia moderna, James Sims no século XIX. Um homem que comprou mulheres afro-americanas escravizadas para a realização de experimentos torturosos durante anos no que ele chamava de hospital. Anarcha, Betsey, e Lucy são alguns nomes que conhecemos. Lucy tinha apenas 18 anos
⠀⠀⠀⠀
São séculos do uso dos nossos corpos e vidas como objeto e instrumento de pesquisa. Fico pensando em soluções para tantos desafios éticos que nos envolvem. Para quem e pra quê estamos construindo determinado conhecimento?
⠀⠀⠀⠀
Quão sem palavras é saber que talvez nosso medo de ginecologista e do próprio espéculo não seja só por desconhecimento do exame a ser realizado mas que também pode carregar o peso de todo esse histórico?
⠀⠀⠀⠀
Eu acredito que a educação e autoconhecimento são as formas de nos tirarmos desse patamar de passivas e manipuladas pacientes. De trazer de volta nosso autocuidado e saúde. Vamos? É necessário que voltemos na história e conheçamos outras narrativas, outras verdades
⠀⠀⠀⠀
Essa foto foi tirada na vivência em ginecologia autônoma facilitada pela Ju @florcaliandra. Antes de realizarmos o autoexame, honramos a memória de tantas mulheres que tiveram seus corpos violados em nome de um avanço médico-científico⠀
⠀⠀⠀
Nos apropriamos desse instrumento para nos cuidarmos e cuidarmos umas das outras ♡

Veja a postagem e comentários no Instagram clicando aqui

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: